Vídeo Revela Diminuição da Poluição do Ar – CoronaVirus

A queda nas emissões no final de janeiro é visível, coincidindo com a quarentena nacional e, desde o início de março, os níveis de dióxido de nitrogênio – poluição do ar começaram a aumentar.

Esta animação, usando dados do satélite Copernicus Sentinel-5P, mostra as emissões de dióxido de nitrogênio – Poluição do Ar no período de 20 de dezembro de 2019 a 16 de março de 2020 – usando uma média móvel de 10 dias.

Animação da Poluição do Ar

A queda nas emissões no final de janeiro é visível, coincidindo com a quarentena nacional e, desde o início de março, os níveis de dióxido de nitrogênio – poluição do ar começaram a aumentar.

Quando as notícias sobre o coronavírus foram divulgadas na província de Hubei, na China, no final de dezembro de 2019, foram adotadas medidas mais rigorosas. Como resultado, no final de janeiro, as fábricas foram fechadas e as ruas foram limpas, pois as autoridades chinesas haviam cessado as atividades diárias para impedir a propagação da doença.

Isso levou a uma drástica redução nas concentrações de dióxido de nitrogênio – liberadas por usinas, instalações industriais e veículos – em todas as principais cidades chinesas entre o final de janeiro e fevereiro e também março. A queda nas concentrações também coincidiu com as comemorações do Ano Novo Lunar, que geralmente vê uma queda semelhante nas concentrações a cada ano.

Poluição do Ar é 40% menor

O Serviço de Monitoramento de Atmosfera Copernicus (CAMS) observou uma diminuição de material particulado fino – um dos poluentes atmosféricos mais importantes – em fevereiro de 2020 em comparação aos três anos anteriores. Ao combinar observações de satélite com modelos de computador detalhados da atmosfera, seus estudos indicaram uma redução de cerca de 20 a 40% em material particulado na superfície de grandes partes da China.

À medida que a epidemia de coronavírus diminui na China, muitas províncias diminuíram seus níveis de resposta a emergências. Escolas, fábricas e outros espaços públicos estão começando a  reabrir  e os trabalhadores estão gradualmente retornando aos seus empregos.

Esta animação, usando dados do satélite Copernicus Sentinel-5P , mostra as concentrações de dióxido de nitrogênio de 20 de dezembro de 2019 a 16 de março de 2020 – usando uma média móvel de 10 dias. A queda nas concentrações no final de janeiro é visível, coincidindo com a quarentena nacional e, desde o início de março, os níveis de dióxido de nitrogênio começaram a aumentar.

Josef Aschbacher, Diretor de Programas de Observação da Terra da ESA, diz: “Os satélites oferecem um ponto de vista único para monitorar a saúde do nosso planeta. Hoje, o Sentinel-5P é um dos sete satélites Copernicus em órbita. Atualmente, ele fornece as medições mais precisas da poluição do ar – dióxido de nitrogênio e outros gases traços do espaço.

Poluição do Ar x COVID-19

“Como o dióxido de nitrogênio é produzido principalmente pelo tráfego e pelas fábricas, é um indicador de primeiro nível da atividade industrial em todo o mundo. O que é claramente visível é uma redução significativa dos níveis de dióxido de nitrogênio sobre a China, causada pela atividade reduzida devido às restrições do COVID-19, mas também pelo Ano Novo Chinês em janeiro. ”

Ele continua: “O programa Copernicus é um exemplo perfeito de como o espaço serve a todos os cidadãos europeus, combinando a força política da UE com a excelência técnica da ESA”.

Claus Zehner, gerente da missão Copernicus Sentinel-5P da ESA, comenta: “Certamente podemos atribuir uma parte da redução da concentração de dióxido de nitrogênio ao impacto do coronavírus. Atualmente, observamos uma redução de cerca de 40% nas cidades chinesas, no entanto, essas são apenas estimativas aproximadas, pois o clima também afeta as emissões.

“Estamos realizando uma análise científica detalhada que em breve fornecerá mais insights e resultados quantificados nas próximas semanas e meses”.

A missão do Copernicus Sentinel-5 Precursor, também conhecida como Sentinel-5P, é dedicada ao monitoramento da poluição do ar, medindo uma infinidade de gases traços e aerossóis – todos os quais afetam o ar que respiramos.

Fonte: http://www.esa.int/ESA

Adicionar Comentário

Ivo Maciel

Estudante de Internet Marketing desde 2013, atualmente atua como consultor de SEO, trabalha com otimização de sites para obter melhores posicionamentos no Google e demais buscadores, utilizando de um simples recurso: Palavras-Chave.

Pesquisar

Most discussed